Saiba mais sobre o pH do corpo e alguns alimentos relacionados

pH do corpo

Você conhece o pH do corpo, suas funções e a importância da sua regulação para o funcionamento do organismo?

O que é o pH?

O pH significa Potencial Hidrogeniônico, ou seja, uma medida que indica os níveis de acidez e alcalinidade em qualquer meio, como na água, por exemplo.

A escala de pH vai de 0 a 14. Sendo os índices de 0 a 7, ácidos. O 7, neutro. E de 7 a 14, alcalinos.

Cada tecido e parte do nosso corpo tem um índice de pH, e os alimentos que consumimos assumem o papel principal como formadores desses índices.

O excesso de acidez nos tecidos é designado acidose, e costuma ser o maior causador de problemas de saúde.

Os altos índices de acidez no corpo desregulam a metabolização celular e causam doenças como artrite, reumatismo, catarata, hipertensão arterial e problemas cardiovasculares. Além de serem potenciais desencadeadores da diabetes e da obesidade.

Em contrapartida, um corpo “alcalino” é muito mais saudável e dificilmente terá doenças associadas ao pH do corpo.

Cardápio Vegetariano: Conheça os Substitutos da Proteína

Quais alimentos devem ser evitados para equilibrar o pH do corpo?

Alguns alimentos são extremamente ácidos e devem ter consumo balanceado. Em muitos casos, é recomendável que esses alimentos sejam evitados no cardápio.

São eles:

<

-Farinha de trigo

-Arroz (em especial o branco)

-Macarrão

-Bolachas e biscoitos

-Lentilha

-Refrigerantes, café e adoçantes industrializados

-Queijo

-Bacon

-Vinagre, mostarda e molho de tomate

Jejum intermitente: quais as vantagens e desvantagens?

Quais alimentos são alcalinos?

Muito se tem falado sobre a dieta alcalina, que engloba o consumo adequado de alimentos e bebidas alcalinas.

Alguns deles são:

-Couve-flor

-Beterraba

-Cenoura

-Alho

-Limão (ao contrário do que muitos pensam, a acidez relacionada ao gosto dos alimentos não representam a acidez do alimento propriamente dito. Por isso, o limão tem indispensável papel alcalino na digestão.)

-Amêndoas

-Brócolis

-Berinjela

-Ervilha

Além da dieta alcalina, a água alcalina também se torna cada vez mais popular na busca pela vida mais saudável e no combate à doenças.

Banha de porco: o que é e como age no corpo?

Como e por que fazer água alcalina?

De maneira geral, a água mineral costuma ter pH entre 6.0 e 9.5. A recomendação é de que o pH da bebida seja de 9.5 sempre. Em muitos lugares, o pH é igual ou inferior a 6, tornando a água ácida.

A também chamada “água da vida” ou “água ionizada” consiste em tentar aumentar ainda mais o pH da água, adicionando outros ingredientes à ela.

Acredita-se que o consumo da água alcalina seja proveitoso por ser antioxidante, protegendo os ossos, combatendo a retenção de líquidos e auxiliando o funcionamento intestinal.

Como Identificar Inflamação no Corpo

Existem diferentes formas de preparar a água alcalina, são elas:

1- Adicionar meia colher de chá de bicarbonato de sódio (essa receita é bastante controversa. Alguns acreditam que o consumo do bicarbonato prejudica a pressão arterial)

2- Ferver a água e ingeri-la quente (alguns acreditam que se tomada fria, a água ainda será alcalina)

3-Adicionar um limão, cortado em oito partes, a dois litros de água. Deixar parado por pelo menos seis horas. (essa é a receita mais bem aceita e também a mais saborosa)

É importante associar a alimentação alcalina ao consumo de bebidas alcalinas. Mesmo que você não opte pelo consumo da água ionizada, consulte sempre o pH das águas que compra.

Gostou? Deixe seu comentário!

COMPARTILHAR
Doutor Rodrigo Neves é pós-graduado em nutrologia e endocrinologia, membro da American Antiaging Society nos Estados Unidos. Em sua incessante busca para mudar a saúde das pessoas de dentro para fora, fazendo com que aumentem a sua produtividade e longevidade, procurou conhecimento dos melhores médicos do mundo, e grandes lideres para realmente transformar pessoas.